sábado, 16 de dezembro de 2017

Chuvas danificam trecho da BR-367 entre Almenara e Salto da Divisa

,

Governador Pimentel e deputado estadual Jean Freire (PT) anunciaram há meses, em Almenara, liberação de licenciamento .ambiental para iniciar obra de asfaltamento Mas, o DNIT ainda não deu sinais que a obra será iniciada.


Diversas manifestações já foram realizadas na região, exigindo asfaltamento do trecho, mas tudo continua nas promessas
Foto: arquivo/
Chuvas danificam trecho da BR-367 entre Almenara e Salto da Divisa
A forte chuva que assola o Estado de Minas Gerais chegou a Almenara, no Vale do Jequitinhonha, no nordeste de Minas, desabrigando famílias e deixando um rastro de destruição por onde passou. A Defesa Civil Municipal vem atendendo a diversos casos de alagamento e desabamento na cidade.
 A situação é de calamidade e descaso. Um desvio, que havia sido feito em decorrência de vandalismo, na única ponte que existia, foi destruído pelas águas das chuvas e agora a população faz malabarismo para passar pelo local. 
Populares improvisaram uma ponte com toras de madeiras para não paralisar totalmente o trânsito.
 TRANSTORNOS
 Pacientes com insuficiência renal das cidades de Jacinto, Santa Maria do Salto  e Salto da Divisa que precisam passar pela  rodovia três vezes por semana a fim de realizar o tratamento em Almenara, estão enfrentando o caos. A única rota que poderia ser feita, que seria usando a balsa em Jacinto,  também está  apresentando problemas e dificultando o tráfego.
 Turismo:
 Pessoas que haviam feito planos para passar o fim de ano em Porto Seguro já começam a cancelar a viagem, já que não sabe quais as providências a serem tomadas para resolver o problema, que é antigo.
 Governo:
 A  rodovia  é de responsabilidade do Governo Federal, que alegava não ter uma licença ambiental por parte do Estado para realizar a obra de asfaltamento. Durante o Fórum Regional de Governo  realizado em Almenara, o governador Fernando Pimentel, juntamente com o deputado estadual Dr. Jean Freire, anunciaram a concessão da licença para que o  governo federal através do Dnit,  inicie o processo de licitação para contratação de empresa especializada. 
Mas, o governo não deu sinais que a obra será iniciada. Até o momento, a promessa de melhorias continua no papel.
Fonte: Diário do Jequi

Mandante da chacina de Felisburgo é preso em Salvador

O condenado será levado para Belo Horizonte, no helicóptero da PCMG, nesta sexta-feira (15.12).

Foto: divulgaçãoMandante da chacina de Felisburgo é preso em Salvador
O fazendeiro Adriano Chafik Lued foi condenado a 115 anos de prisão por liderar a chacina
O fazendeiro Adriano Chafik Luedy, de 50 anos, mandante da chacina de Felisburgo, no Vale do Jequitinhonha, em que cinco sem-terra foram assassinados a tiros e 12 feridos, em novembro de 2004, foi preso na tarde desta quinta-feira (14)  em Salvador (BA). Essa é terceira vez que Chafik vai para o xadrez. A primeira foi pouco depois do crime, na fase de inquérito policial, e depois do adiamento do primeiro julgamento em agosto de 2013.

Ele estava foragido da Justiça, depois de condenado pelo crime ocorrido no Acampamento Terra Prometida, montado pelo Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra (MST), na Fazenda Nova Alegria, que afirma ser propriedade de sua família. Além das mortes, foram incendiadas 27 casas e uma escola no local.
  
Chafik foi preso em operação da Polícia Civil de Minas Gerais na capital baiana, em cumprimento de mandado de prisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ), de maio deste ano. Quando foi sentenciado a 115 anos de prisão, em novembro de 2013, não teve direito a recorrer em liberdade. Como estava beneficiado por um álvara de soltura também do STJ, anterior à decisão do conselho de sentença de primeira instância, não se apresentou e conseguiu se manter em liberdade, por meio de uma série de recursos, contra as novas ordens de prisão.
 Com a nova decisão do STJ este ano, seu paradeiro passou a ser investigado pela cúpula da corporação. Sua prisão era uma prioridade, embora seu nome não tenha aparecido estrategicamente na recente lista dos mais procurados da Secretaria de Estado de Segurança de Minas Gerais (Sesp-MG).
 Quatro condenações e um preso
 Em novembro de 2004 cinco sem-terra foram assassinados a tiros e  12 ficaram  feridos,.
Em novembro de 2004 cinco sem-terra foram assassinados a tiros e 12 ficaram feridos,.
 Além do fazendeiro, três funcionários dele receberam penas pesadas nos dois primeiros júris, em novembro de 2013 e janeiro de 2014. Washington Agostinho da Silva, julgado junto com Chafik, pegou 97 anos. Francisco de Assis Rodrigues de Oliveira e Milton Francisco de Souza, que foram ao banco dos réus depois, foram sentenciados a 102 anos cada um.
 Um réu morreu antes de ser condenadoe outros 10 envolvidos estão foragidos.
Um réu morreu antes de ser condenadoe outros 10 envolvidos estão foragidos.
 Um quinto réu, Admilson Rodrigues Lima, morreu antes de ser julgado. E outros 10 envolvidos, que estão foragidos ou respondem em liberdade, seguem impunes. Até então, de todos os acusados, apenas um primo do fazendeiro, o ex-policial Calixto Luedy Filho, estava preso, desde 2015, depois de capturado numa blitz da Polícia Rodoviária Federal em Aracaju. 
A chacina ocorreu no acampamento Terra Prometida.Além dos assassinatos, vários barracos e a escola foram queimados
A chacina ocorreu no acampamento Terra Prometida.Além dos assassinatos, vários barracos e a escola foram queimados
 A invasão do acampamento foi ordenada por Adriano Chafik, depois de não conseguir ordem judicial de reintegração de posse da fazenda de sua propriedade. Apesar de foragido, o fazendeiro ainda mantinha poder na área rural de Felisburgo. Apesar da espera de quatro anos para encontrá-lo, com constante monitoramento da inteligência da Polícia Civil, recentemente surgiram as pistas de que Chafik estaria escondido e controlando suas operações na Bahia.
 Por determinação da chefia da Polícia Civil, uma equipe realizou operação interestadual e obteve sucesso na prisão do foragido. Está prevista para hoje a chegada do fazendeiro a Belo Horizonte, que viajará em helicóptero da corporação, para ser apresentado no Fórum Lafayette, e encaminhado a uma unidade carcerária.
Fonte: Estado de Minas

quinta-feira, 14 de dezembro de 2017

Araçuaí: Pólo de exploração de lítio poderá mudar realidade do Vale do Jequitinhonha

Multinacional Sigma Mineração quer implantar unidade de conversão de lítio entre os municípios de Itinga e Araçuaí para produção de baterias elétricas. 

Projeto prevê investimentos na ordem de U$ 500 milhões de dólares.

Foto: Gazeta de Araçuai/Daniel GonçalvesPólo de exploração de lítio poderá mudar realidade de Araçuaí e região
Representantes dos Ministérios do Exército, Aeronáutica e Defesa, realizaram nesta quarta-feira (13.12) inspeção na mina de lítio.

Araçuaí e Itinga, no Vale do Jequitinhonha, nordeste de Minas,  poderão estar iniciando um novo processo de transformação de sua realidade sócio-econômico. Uma reunião realizada nesta quarta-feira (13.12) na Sede da  Unopar- Universidade Norte do Paraná, em Araçuai, convocada pelo   Ministério Público Estadual, começou a discutir a instalação entre os municípios de Araçuaí  e Itinga, de um polo de exploração, beneficiamento e exportação de minério de lítio. Uma jazida de proporções ainda em fase de avaliação  foi descoberta na região, entre estes municípios que concentram cerca de 8% das reservas de lítio do planeta.

Participaram do encontro, representantes da sociedade civil e dos Ministérios do Exército, Aeronáutica, e da Defesa, além de procuradores e promotores públicos. Durante a manhã, os oficiais das Forças Armadas e promotores visitaram a área onde será extraído o lítio, a cerca de 10 km de Araçuai.

Promotor Leonardo Duque coordenou encontro que discutiu implantação do projeto entre os municípios de Araçuai e Itinga.
Promotor Leonardo Duque coordenou encontro que discutiu implantação do projeto entre os municípios de Araçuai e Itinga.

O Ministério Público  vai promover, antecipadamente,  a fiscalização das ações de governo e da iniciativa privada na implementação do projeto, orçado em U$ 500 milhões de dólares. 

O promotor de Justiça, Leonardo Duque Barbabela, que orientou o debate assegurou  que  o conjunto de iniciativas poderiam transformar, positivamente,   a face do Vale do Jequitinhonha. Ele destacou, a necessidade de se promover uma mobilização geral da sociedade regional uma vez que a implantação do empreendimento  vai exigir ações do Poder Público de obrigações legais, em variados setores, notamente nos campos ambientais; trabalhistas e tributários,  que poderão comprometer a agilidade   no processo de produção do polo.

Para o diretor executivo da Sigma Mineração,  Calvyn Gardner, o Vale do Jequitinhonha   poderá se  transformar  num importante centro latino americano de exportação de concentrado de lítio mas que para isso, é preciso percorrer um longo caminho que passa desde os licenciamentos à formação de mão de obra e cumprimento de obrigações legais. A Sigma, uma multinacional inglesa, é  detentora de 12 mil hectares de área onde se concentra o lítio, adquirida da antiga Mineração Arqueana, nos municípios de Araçuai e Itinga.

Os governos do  Chile e Argentina estão  em busca da tecnologia que possibilite a instalação de um concentrador em seus territórios. " Só é viável um concentrador em cada continente", destacou os dirigentes da Sigma.

Assédios

Prefeito de Araçuai, Armando Paixão disse estar indignado com a insinuação de que agentes públicos poderiam impedir empreendimento.
Prefeito de Araçuai, Armando Paixão disse estar indignado com a insinuação de que agentes públicos poderiam impedir empreendimento.
 ecentemente em oficio encaminhado ao Ministério Público, a Sigma informa que agentes públicos estão se aproveitando da burocracia estatal para assediar as empresas interessadas no processo, oferecendo facilidades e pedindo propinas. Disse não ter provas e não aponta quem estaria pedindo vantagens para acelerar os  processos. Foi instalado  no mês passado, pelo promotor Leonardo Duque Barbabela, procedimento administrativo para apurar as denúncias.

 O prefeito de Araçuai, Armando Paixão (PT) disse estar indignado com o documento produzido pelo Ministério Público que instaurou o  procedimento. “ Ficou parecendo que eu e o prefeito de Itinga, Adhemar Marcos, estamos impedindo o empreendimento e pedindo propina”, disse ele. 

O promotor  Leonardo Duque Barbabela da 17ª Promotoria de Justiça de Defesa do Patrimômio, destacou que o procedimento era cautelar e que por enquanto,  não há indícios de crime mas que o Ministério Público não pode esperar que ele ocorra.


Coronel Gilvan de Almeida quer que seja feito amplo debate sobre o projeto.
Coronel Gilvan de Almeida quer que seja feito amplo debate sobre o projeto.

O presidente da Associação Pró Desenvolvimento  do Vale do Jequitinhonha, Coronel Gilvam Almeida Sá, convidado pela Federação das Indústrias de Minas Gerais – FIEMG, a participar do debate, disse que este é o momento do Vale, porque o lítio é o petróleo branco. “ As questões ambientais e trabalhistas se discutem dentro do ordenamento jurídico”, afirmou.

Procurador de Justiça Rômulo Ferraz garantiu que Ministério Público vai auxiliar na agilização dos processos de implantação do polo
Procurador de Justiça Rômulo Ferraz garantiu que Ministério Público vai auxiliar na agilização dos processos de implantação do polo

O procurador geral adjunto de Justiça do Estado, Rômulo Ferraz, que esteve no evento informou aos representantes das entidades presentes à audiência que provocaria o Governo do Estado a abraçar este projeto de forma a viabilizar os trâmites  burocráticos de todo o processo de licenciamento e implantação. “Procurarei até o governador”, garantiu.

Outra preocupação abordada durante o encontro foi a preparação da mão-de-obra, principalmente de técnicos de nível médio e superior  que  serão empregados  . “ É necessário a capacitação local, evitando assim, a vinda de  profissionais de outras regiões e por isso o envolvimento das escolas é fundamental”, destacaram os representantes da Sigma.

O processo entra agora na fase de licenciamentos ambientais. A previsão é que até  o final de 2019 seja iniciada a exploração e beneficiamento do lítio na região. O Brasil não possui ainda a tecnologia para este beneficiamento. " Vamos trazer a indústria e depois a tecnologia", afirmaram os executivos da Sigma.

"Esta é uma oportunidade de desenvolvimento regional. É preciso mobilizar todos os segmentos. Se não conseguirmos instalar o projeto, a região será mera exportadora do minério", advertem os  empreendedores.

Representantes das entidades presentes destacaram a importância de se ampliar o debate com a comunidade atingida,  de forma a dar transparência a todo o processo.

Para que serve o lítio


Trata-se de um metal estratégico de grande interesse na industria bélica e energia nuclear,mas também empregado na indústria cerâmica e de vidros.
Em vários países, especialmente nos Estados Unidos, maior produtor, consumidor e exportador mundial, na União Soviética e República Popular da China, os dados sobre o litio são de circulação restrita ou confidenciais.

Na América do Sul, O Chile é o principal lider na produção de lítio, seguido pela Argentina. Ambos os países extraem o lítio nas piscinas de água salgada. Entretanto, metade das reservas mundiais conhecidas estão armazenadas na Bolívia.

No Vale do Jequitinhonha, que concentra pelo menos 8% das reservas mundiais, o lítio é explorado pela CBL-Companhia Brasileira de Lítio- instalada entre os municípios de Araçuai e Itinga. 

Sérgio Vasconcelos e William Santos, Repórteres, na Gazeta de Araçuaí

quarta-feira, 13 de dezembro de 2017

Representantes das Forças Armadas desembarcam em Araçuai para inspecionar área de lítio


Sigma Mineração de capital inglês é detentora de área de 12 mil hectares para exploração de lítio no Vale do Jequitinhonha. Ela pede que Ministério Público apure denúncia de pedido de propina para instalar unidade de conversão de lítio na região.

Foto: Daniel GonçalvesRepresentantes das Forças Armadas desembarcam em Araçuai para inspecionar área de lítio
Comitiva das Forças Armadas seguiram para a região da antiga mineração Arqueana, em Itinga.

Representantes do Ministério do Exército, Aeronáutica, e Ministério da Defesa desembarcaram  no aeroporto de Araçuai, no Vale do Jequitinhonha, na manhã desta quarta-feira (13) para inspecionar mina de reserva  e extração de lítio da região, localizada nas divisas dos municípios de Itinga e Araçuai. Eles estão acompanhados de promotores públicos.


No período da tarde, eles participam de uma reunião na Unopar-Universidade Norte do Paraná, para um debate sobre a exploração do minério, instalação de novas empresas interessadas na exploração do  lítio e seus impactos ambientais na região.



Ministério Público vai apurar denúncias de que agentes públicos estariam pedindo propina para acelerar processos de extração de lítio na região.
Ministério Público vai apurar denúncias de que agentes públicos estariam pedindo propina para acelerar processos de extração de lítio na região.


A empresa Sigma Mineração, de capital inglês e com  escritório  em São Paulo, é detentora de 12 mil hectares de área, adquirida da antiga Mineração Arqueana, nos municípios de Araçuai e Itinga. A empresa quer implantar no local, o maior centro latino americano de exportação de concentrado de lítio para fabricação de baterias elétricas.


A mera exportação do minério concentrado não contempla toda a cadeia produtiva  que possa trazer benefícios para o Brasil e em especial para o Vale do Jequitinhonha. Para tanto, a Sigma quer instalar uma unidade de conversão do lítio para produção final de baterias elétricas, tecnologia que o país ainda não domina. A Argentina e o Chile já estão buscando esta tecnologia.


Recentemente, a Sigma, em oficio encaminhado ao Ministério Público, informa que agentes públicos estão se aproveitando da burocracia estatal para assediar as empresas interessadas no processo, oferecendo facilidades e pedindo propinas. Disse não ter provas e não aponta quem estaria pedindo vantagens para acelerar os  processos. Foi instalado  no mês passado, pelo promotor Leonardo Duque Barbabela, procedimento administrativo para apurar as denúncias. Os autos foram remetidos ao Procurador  da República, Tarcísio Henriques Filho, convidado para atuar em conjunto com o Ministério Público, no caso. 

O Vale do Jequitinhonha, conhecido  por ser uma região de extrema  carência do ponto de vista social e econômico, possui cerca de 8% de reservas de lítio do mundo. Várias empresas, entre elas a Sigma,  conseguiram direito minerário na região. Atualmente, a CBL explora o mineral em território dos municípios de Araçuai e Itinga.

Para que serve o lítio

Trata-se de um metal estratégico de grande interesse na industria bélica e energia nuclear,mas também empregado na indústria cerâmica e de vidros.

Em vários países, especialmente nos Estados Unidos, maior produtor, consumidor e exportador mundial, na União Soviética e República Popular da China, os dados sobre o litio são de circulação restrita ou confidenciais.

Na América do Sul, O Chile é o principal lider na produção de lítio, seguido pela Argentina. Ambos os países extraem o lítio nas piscinas de água salgada. Entretanto, metade das reservas mundiais conhecidas estão armazenadas na Bolívia.
  
Sérgio Vasconcelos
Repórter

sexta-feira, 8 de dezembro de 2017

No Vale do Jequitinhonha, de cada 3 torcedores de times mineiros, 2 são cruzeirenses e 1 atleticano.


No Vale, os cruzeirenses somam 40%; atleticanos 20%; 
Corinthians 14%; Flamengo 11%; São Paulo 7%; e Palmeiras 5%.
No Brasil, a maior torcida é a do Flamengo, tendo mais de 30 milhões de torcedores. Em segundo, o Corinthians tem 26 milhões.
Levantamento do Instituto Paraná Pesquisas aponta que Cruzeiro tem 7,6 milhões de torcedores e Atlético 5,3 milhões, no Brasil.

Entre março e dezembro de 2016, o Instituto Paraná Pesquisas ouviu 10,5 mil pessoas no Brasil, de 25 estados, resultando em uma das maiores amostragens em pesquisas nacionais de torcida. 

A pesquisa mostrou que  19,5% dos brasileiros  ou 27,3 milhões de brasileiros não torcem por nenhum time. Também foi apontado que 7,5 milhões ou 5% dos torcedores têm mais de um time.

As 10 maiores torcidas do país são as do Flamengo (16,2%), Corinthians (13,7%), São Paulo (7,4%), Palmeiras (5,8%), Vasco (4,6%), Cruzeiro (4,0%), Grêmio (3,5%), Santos (3,1%), Atlético-MG (2,8%) e  o Internacional (2,7%). 

Abaixo, a projeção sobre a torcida absoluta de cada clube a partir da estimativa oficial da população brasileira, atualizada pelo IBGE, em 30 de agosto de 2016.

O cálculo das torcidas foi feito da seguinte forma: população total -  32,1 % (19,5%, nenhum time + 5,1%,  torcedor com mais de um time + 7,5%,  população com menos de 5 anos). 
Ou seja, 206.081.432 (habitantes em 2016) -  65.946.100 = 140.135.332.

Resumindo: total de 140,1 milhões de torcedores de apenas um time.
Paraná Pesquisas / Brasil 2016.
Período: março a dezembro de 2016
Público: 10.500 (em 288 municípios de 25 estados)
Margem de erro: 1,0%
População estimada (IBGE/2016): 206.081.432.
Tabela das Torcidas de Times Brasileiros – 2016
Instituto Paraná Pesquisas

N.
Clube de Futebol
Percentagem
Número de
Torcedores

Flamengo
16,2%
30,9 milhões

Corinthians
13,7%
26,1 milhões

São Paulo
7,4%
14,1 milhões


Palmeiras

5,8%
11,1 milhões

Vasco
4,6%
8,8 milhões
Cruzeiro
4,0%
7,6 milhões

Grêmio
3,5%
6,7 milhões

Santos
3,1%
5,9 milhões

Atlético-MG
2,8%
5,3 milhões

10º
Internacional
2,7%
5,1 milhões

11º
Bahia
2,0%
3,8 milhões

12º
Botafogo
1,7%
3,2 milhões

13º
Fluminense

1,6%
3,1 milhões
14º
Sport
1,3%
2,5 milhões

15º
Ceará
1,1%
2,1 milhões

16º
Atlético-PR
0,8%

1,5 milhões
16º
Fortaleza

0,8%
1,5 milhões
16º
Vitória
0,8%
1,5 milhões

19º
Coritiba

0,7%
1,3 milhões

19º
Santa Cruz

0,7%
1,3 milhões

21º
Remo*
0,6%

1,1 milhões

22º
Náutico*
0,4%

762 mil
23º
Payssandu*

0,3%

572 mil
24º
Goiás*

0,2%

381 mil
24º
Vila Nova
0,2%

381 mil
24ª
Figueirense
0,2%

381 mil
27º
Paraná*

0,1%
191 mil

27º
Avaí*

0,1%
191 mil

27º
Chapecoense*

0,1%
191 mil

30º
Joinvile*

0,1%
191 mil


Outros times

5,1%

7,5 milhões  

Sem clube
19,5%
27,3 milhões  


População com menos de 5 anos
7,5%
15,5 milhões.


T O T A L













































































* O Blog do Banu calculou até o 20º lugar de torcida em todo o Brasil. 
Da classificação do 21º ao 30º a citação é regionalizada.

Maiores torcidas brasileiras
Para qual time de futebol o Sr(a) mais torce ou simpatiza? (ESPONTÂNEA) 
Não torce para nenhum 19,5% 
Flamengo 16,2% 
Corinthians 13,7% 
São Paulo 7,4% 
Palmeiras 5,8% 
Vasco 4,6% 
Cruzeiro 4,0% 
Grêmio 3,5% 
Santos 3,1% 
Atlético Mineiro 2,8%
Internacional 2,7% 
Bahia 2,0%
Botafogo 1,7% 
Fluminense 1,6% 
Sport 1,3% 
Ceará 1,1% 
Atlético Paranaense 0,8% 
Fortaleza 0,8% 
Vitória 0,8% 
Coritiba 0,7% 
Santa Cruz 0,7% 
Outros Times citados 5,1%

Região Sudeste do país: 
Para qual time de futebol o Sr(a) mais torce ou simpatiza? (ESPONTÂNEA) 
Não torce para nenhum 18,9% 
Corinthians 18,0% 
Flamengo 13,8%
São Paulo 10,0% 
Cruzeiro 8,8% 
Palmeiras 7,2%
Atlético Mineiro 5,7% 
Vasco 5,0% 
Santos 4,5%
Fluminense 2,5% 
Botafogo 2,2%  
Outros Times citados 3,4%

Alguns analistas costumam medir o tamanho da torcida pelo número de pagantes nos seus jogos.

Isso não é verdade. Embora o Flamengo seja considerado o clube com maior torcida no país, a média do número de pagantes, em todos os seus jogos,  fica  no terceiro ou quarto lugar. Em 2017, a média de público ficou em 9º. Sua torcida é bem distribuída em todos os Estados.

A torcida do Cruzeiro é bem maior que a do Atlético. No interior de Minas, em cada 3 torcedores que têm preferência por times mineiros, 2 são cruzeirenses e 1 é atleticano.

Fica difícil pro torcedor viajar mais de 400 quilômetros em todos os jogos do Cruzeiro.

A torcida do Corinthians é a que mais comparece aos Estádios. Somente em 2013, que ficou em terceiro lugar. Nos anos seguintes, era primeiro ou segundo.

Embora seja a quarta torcida no país, nos últimos anos, ficou em segundo lugar em 2015, em primeiro em 2016 e em segundo em 2017.

Um dado importante para se observar é o percentual de torcida no Sudeste brasileiro. O Corinthians pula pro primeiro lugar. O Flamengo cai para o segundo. 
O São Paulo permanece em terceiro. 
O Cruzeiro pula pro 4º lugar, passando o Palmeiras que fica no quinto e Vasco que cai pro 7º lugar.
O Atlético também cresce, subindo para o 6º lugar.

Maiores públicos no Campeonato Brasileiro – 
Clubes com maiores torcidas
Nos últimos 5 anos com a classificação na média de público, juntando as séries A, B e C.
Clube
2013
               2014
2015
2016
2017
Cruzeiro
28.911-1
29.678 -1
22.076-6
20.591- 6
14.547-7
Atlético
11.436-20
14.132-13
23.389-5
18.560-8
13.157-13
Corinthians
24.441-3
28.960-2
34.149-1
28.764-2
40.007-1
Flamengo
23.385-4
26.411-3
30.962-3
24.542-4
14.484-9
São Paulo
23.115 -7
28.544-4
19.751-8
20.561-5
35.227-2
Palmeiras
14.974-12-B
19.755-7
29.633-2
32.470-1
29.672-3
Vasco
17.618-10
14.232- B-10
12.874-21
6.876-B-26
15.031-6
Grêmio
19.764-6
21.028-6
25.248-4
20.450-7
19.730-5
Internacional
7.234-30
22.318-5
18.979-9
25.421-3
23.307-4
Santos
10.405-22
9.243-24
8.691-30
11.225-15
11.597-15
Botafogo
12.685-17
11.362-19
9.337-B-27
7.258-24
10.193-17
Fluminense
17.637-9
18.490-9
16.391-13
9.139-18
14.450-9
América-MG
2.589-B- 35
3.945 –B - 45
3.737-B-41
3.494 - 48
3.042 –B-46

 Fonte: globoesporte.com

Região Vale do Jequitinhonha/nordeste de Minas fez uma projeção das torcidas de cada lugar, tendo como base as curtidas nos times de coração. esporte.com. Claro que este método não tem base científica, mas é o que dispomos para medida das torcidas nos municípios. 
Cruzeiro - 40%
Atlético - 20%
Corinthians - 14 %
Flamengo - 11%
São Paulo - 7%
Palmeiras - 5%
Cálculo feito a partir de curtições das páginas do Facebook, em 2015.
Este método foi utilizado em várias partes do mundo, principalmente na Europa e Estados Unidos.

Maiores torcidas do Vale do Jequitinhonha – Minas Gerais
Percentagem e Número de Torcedores por Município
Pesquisa do Facebook  em parceria com o globoesporte.com, em 2015.

Município
Habit
2016
Cruzeiro %
torc
Atlé
tico %
torc
Corin
thians %
torc
Flamen
go %
Torc
% São
Paulo
Torc
Palmeiras
 %
Torc














Angelândia
8.502
45
2.883
25
1.602
10
641
5
320
4
257
3
192
Almenara
40.749
40
11.083
17
4.711
10
2.771
13
3.602
6
1.662
4
1.108
Araçuaí
37.167
43
10.868
20
5.055
10
2.528
11
2.780
4
1.011
3
758
Aricanduva
5.156
45
1.955
25
1.086
10
434
5
217
4
174
3
131
Bandeira
5.010
31
1.056
13
443
13
443
20
681
7
239
5
170
Botumirim
6.557
48
2.140
23
1.026
11
491
3
134
5
223
3
134
Berilo
12.394
30
2.528
11
927
32
2.697
5
421
8
738
7
646
Chapada do Norte
15.666
35
3.729
14
1.491
24
2.557
5
533
9
959
6
639
Carbonita
9.526
49
3.084
28
1.762
7
441
4
252
4
252
2
126
Cachoeira do Pajeú
9.445
4
257
2
128
21
1.349
33
2.120
12
771
8
514
Comercinho
7.714
40
2.098
16
839
16
839
7
367
8
420
5
262
Caraí
23.340
38
8.869
10
2.334
17
3.968
11
2.567
10
2.334
5
1.167
Coronel Murta
9.405
34
2.174
13
831
22
1.407
7
448
8
512
5
640
Couto Maga- lhães  Minas
4.428
49
1.476
26
783
7
211
4
121
4
121
2
61
Capelinha
36.740
40
9.993

28
6.995
7
1.748
4
999
3
750
2
500
Cristália
6.026
48
1.967
23
943
11
451
3
123
5
205
3
123
Datas
5.547
49
1.848
28
1.056
7
264
4
151
4
151
2
75
Diamantina
47.647
51
16.524
27
8.748
5
1.620
5
1.620
3
972
2
648
Divisa Alegre
6.553
4
1.728
2
891
21
936
33
1.470
11
490
8
356
Divisópolis
10.553
4
287
2
144
21
1.507
33
2.368
11
789
7
502
Felício dos Santos
5.046
49
1.681
28
960
7
240
4
137
4
137
2
69
Felisburgo
7.386
31
1.557
13
653
13
653
20
1.004
7
352
5
251
Francisco Badaró
10.382
22
1.553
17
1.200
33
2.329
5
353
14
988
7
494
Gouveia
12.030
50
4.090
28
2.290
7
573
4
327
3
245
2
164
Grão Mogol
15.870
49
5.291
26
2.807
9
972
3
324
3
324
3
324
Itamarandiba
34.661
50

9.899
31
7.306
5
1.178
3
707
3
707
2
471
Itaobim
21.562
42
6.158
22
3.225
9
1.320
9
1.320
5
733
3
440
Itinga
15.104
28
2.876
18
1.849
13
1.335
12
1.233
7
719
4
411
Jacinto
12.549
40
3.413
16
1.365
12
1.024
12
1.024
6
512
4
341
Joaíma
15.559
32
3.386
14
1.481
9
952
22
2.328
4
423
3
317
Jenipapo de Minas
7.627
34
1.763
13
674
22
1.141
7
363
8
415
5
259
Jequitinhonha
25.750
41
7.179
22
8.852
12
2.101
9
1.576
5
876
2
350
Jordânia
10.865
16
1.181
8
591
15
1.108
32
2.364
7
517
5
369
José Gonçalves de Minas
4.637
34
1.072
13
410
22
694
7
221
8
252
5
158
Josenópolis
4.854
48
1.585
23
759
11
363
3
99
5
165
3
99
Leme do Prado
4.991
47
1.595
22
747
11
373
3
102
5
170
4
136
Mata Verde
8.483
4
231
2
115
21
1.211
33
1.903
12
692
8
461
Medina
21.554
29
4.251
11
1.612
19
2.784
20
2.931
6
879
5
733
Minas Novas
31.811
30
6.490
16
3.461
16
3.461
11
2.380
9
1.947
5
1.082
Monte Formoso
4.917
38
1.538
16
535
14
468
14
468
6
201
4
134
Novo Cruzeiro
31.715
46
9.920
15
3.235
16
3.451
6
1.294
5
1.078
4
863
Olhos D’Água
6.878
48
2.245
23
1.076
11
5.145
3
1.404
5
2.339
3
1.404
Padre Paraíso
20.076
32
4.660
14
1.911
15
2.048
20
2.730
7
956
3
410
Palmópolis
6.280
31
1.324
13
555
13
555
20
854
7
299
5
2.135
Pedra Azul
24.610
32
5.355
14
2.343
24
4.016
10
1.674
4
669
3
502
Ponto dos Volantes
12.078
30
2.464
12
986
18
1.478
20
1.643
10
821
3
249
Rio do Prado
5.309
31
1.119
13
369
13
369
20
722
7
253
5
181
Rubelita
6.937
40
1.887
16
755
16
755
7
330
8
377
5
236
Rubim
10.354
31
2.183
13
915
13
915
20
1.408
7
493
5
352
Salinas
41.494
48
13.544
22
6.208
10
2.822
4
1.129
5
1.411
3
1.495
Salto da Divisa
7.117
5
242
3
145
43
2.081
11
532
6
290
4
194
Santo Antônio do Jacinto
11.992
32
1.610
9
734
20
1.631
16
1.305
8
652
5
408
São Gonçalo do Rio Preto
3.197
49
1.065
28
609
7
152
4
870
4
870
2
435
Senador Modestino Gonçalves
4.446
48
1.451
27
816
6
181
4
121
4
121
2
61
Serro
21.431
51
7.432
27
3.935
4
583
3
437
3
437
1
146
Taiobeiras
33.576
46
10.503
19
4.338
4
913
15
3.425
5
1.142
4
913
Turmalina
19.612
51
6.801
23
3.067
8
1.067
2
267
4
533
2
267
Veredinha
5.786
47
1.850
22
866
11
433
3
118
5
197
4
157
Virgem da Lapa
14.087
43
4.119
14
1.341
16
1.532
6
575
7
671
5
479


T O T A L
870.738
40
233.140
20
116.881
14
81.710
11
63.523
7
38.405
5
26.704

Tabela elaborada pelo Blog do Banu, a partir de dados da pesquisa feita pelo Facebook, em parceria com a globo.esporte.com, em 2015.